No Parque

Fotografia, 2005.

“In the Park” researches photographs in amusement parks of small towns. I was impressed during a visit to such a park by the solitude of the environment, which contradicts the idea of amusement of the place. There was also a type of time warp with its artificial lights, the presence of boredom, or the old amusement items like colorful obstructions; the entire park seemed to be a sort of reminder of modernization. Hence, I investigated these aspects visually. Here, light and the dialogue between the captured images are set to create poetic and picturesque post images. The photographs are not individually titled and are organized by numbered panels.

This project was shown in October of 2005 at the “Casa da Cultura da America Latina” in Brasilia.

 

No parque investiga imagens em parques de diversão de cidades pequenas. Durante uma visita a um destes espaços impressionei-me pela solidão do ambiente que contradizia a idéia de diversão do local. Havia também uma espécie de abandono do tempo, como se com suas luzes artificiais, o tédio presente ou os brinquedos velhos como trambolhos coloridos, todo o parque se apresentasse como uma espécie de resto da modernidade. Passei então a investigar estes aspectos visualmente.

Aqui, a luz e o diálogo entre as imagens captadas são trabalhados para criação de pós-imagens poéticas e pictóricas. As fotografias não possuem título individual e estão organizadas por painéis numerados para identificação.

Este trabalho foi exposto em outubro de 2005 na Casa de Cultura da América Latina em Brasília.

 

No Parque 2005.

Fotografia. 50 x 100.